sexta-feira, 6 de janeiro de 2012




Angustias...

Tem dias q o céu chora
Como as lágrimas de minha alma
Que o negro vento acalma
A brisa lenta que leva
As folhas que na primeira relva
Sobressaem-se em vão
Ao saber que em teu coração
Outro sorriso se expande
Ao lembrar-te do semblante
Que levas junto a teu peito
E não existe outro jeito
Deixar-te ir não consigo
E vivo deste perigo
Sabendo  do  desalento
Te amando neste tormento
Pedindo que a vida leve
E que traga o que deve
De presente teu olhar
Mesmo vago no luar
Que para mim vale tesouros
Tua boca vale ouro
E teu coração diamante....




0 comentários:

Postar um comentário

Loading...